5 Mitos que você acredita que te fazem emagrecer e perder barriga

É ou não verdade que é preciso comer menos gordura para emagrecer? Essa é uma das centenas de perguntas que as pessoas que buscam emagrecer e perder peso encontra pela internet. Pensando em ajudar a todos, vamos explicar os mitos que cercam a vida de quem tenta emagrecer e perder peso.

1 – Não se pode comer depois das seis.

É difícil de explicar de onde surgiu este mito! O que sabemos sobre isso é que se pode abusar de bolos antes do almoço, onde certas pessoas acreditam que supostamente essas calorias matinais não se depositariam em gordura, e que depois das seis da tarde nada deve ser ingerido.

Acreditando nesse mito, muitas pessoas que querem emagrecer e perder peso se esquecem de se alimentar depois do horário estabelecido, já que para eles, mesmos ingerindo uma pequena porção de comida, os nutrientes iriam direto para os depósitos de gordura.

Na verdade, para o corpo é absolutamente igual a que horas você consome as calorias – se da parte da manhã ou à noite. Segundo os profissionais da saúde, o importante é apenas a quantidade de calorias consumidas – que não é muito saudável comer demais à noite. Porém, isso não está diretamente ligada com a hora em si.

 

2 – Existe comida boa e comida ruim.

Obviamente, não existem alimentos claramente bons ou claramente ruins – tudo depende do modo de preparação e da quantidade consumida. Um exemplo é quanto à batata assada em papel alumínio e a batata frita. Para muitos pode até ser comida diferente, mas a batata em si é absolutamente a mesma.

Não faça como muitos que querem emagrecer e perder peso, que é fazer uma lista de alimentos saudáveis – que pode ser consumidos à vontade. Esses indivíduos têm a esperança de perder peso exagerando em tais alimentos, mas não é bem assim. A idéia de que o arroz branco é prejudicial e o integral é saudável não é apenas uma afirmação simplificada, mas chega mesmo a ser uma distorção da realidade.

 

3 – Os carboidratos engordam.Tabela de alimentos que carboidratos

Embora na maioria das vezes a gordura resulte, de fato, de carboidratos em excesso, isso não significa que devemos nos privar por completo do consumo deles. Temos a noção de quem deseja perder peso deve sim reduzir a sua ingestão, porém somente se não está malhando para aumentar os músculos.

Quem tem o costume de fazer esforço físico, segundo profissionais da saúde, o uso de 150 gramas de carboidratos por treino é condição necessária, tanto para o desempenho no treino como para o crescimento muscular. Sem consumo de carboidratos, o mortal corre sérios riscos de desmaiar.

 

4 – Um dia de jejum ajuda a perder peso.

Identificou-se com esse mito? Pois bem, saiba que ficar apenas um dia sem comer o corpo simplesmente não consegue mudar subitamente para o regime de queima de gordura, pois ainda necessitará de, pelo menos, 72 horas para isso. Mesmo ficando um dia inteiro sem comer ou comendo apenas mingau e bebendo água, nada irá acontecer.

Mesmo que perca algum peso, isso é apenas resultado de ter esvaziado o conteúdo do seu estômago, onde o peso perdido regressará logo no primeiro almoço. Mesmo que coma exageradamente seis dias por semana e apostar no jejum do sétimo dia, a situação não será corrigida. Pensar dessa maneira é burrice.

 

5 – É preciso correr muito para emagrecer

Outro mito é acreditar que correr muito ajuda a emagrecer e perder peso. Para emagrecer e perder peso não tem obrigatoriamente que gastar horas e horas na esteira, na rua ou na piscina. Segundo especialistas, o cardio correto ativa a queima de gorduras, mas não à custa do consumo de calorias.

A única maneira de realmente emagrecer e perder peso é criando um saldo calórico negativo. Nas palavras médicas, isto é, gastar mais energia do que a que recebe dos alimentos. Correr uma hora para gastar 700 calorias ou recusar um prato de macarrão com queijo? Qual seria sua escolha? Acredita-se que é mais fácil controlar a comida.

Descubra neste E-book! Quais são os 9 erros que você pode estar cometendo que estão te impedindo de Emagrecer!

Deixe uma resposta